segunda-feira, 6 de março de 2017

REAL GOTHIC 1 X 2 LIBERTÁRIOS FR

Breaking Down!

No dia 19/02, o Real Gothic entrou novamente em quadra. Opa, quadra não! Dessa vez o jogo foi no campo. Sim, pela primeira vez em sua história os morcegos fizeram um jogo de campo! Está certo que não foi um jogo de campo tradicional, com onze jogadores de cada lado. A modesta e aconchegante Arena Karl Marx comporta sete jogadores por time. Mas a emoção é a mesma. Foi uma grata experiencia dividir a grama e a terra com os camaradas do Libertários.

Aliás, fomos muito bem recebidos pela equipe da Escola Municipal Benedita Ribas (que abriga o campo) e também pelo pessoal do Libertários Futebol e Resistência. Apesar do sol rachando as cabeças, o clima era amistoso e descontraído.


Nesse jogo tivemos a estreia de um novo atleta: Flávio Sioux, o guerreiro índio-goth que promete ser um grande reforço para o escrete. Além dele, outros 10 atletas estiveram presentes. A Skeletal Family segue crescendo!

Começa o jogo!

Considerando nossa inexperiência nos gramados, iniciamos a partida com uma formação mais defensiva. Nos postamos bem e tocávamos a bola com tranquilidade, porém faltava mais volume no meio de campo e, aos poucos, isso foi se tornando crucial. Aos sete minutos, Gandhi circulou livre pelo meio, chutou de longe e Warley aceitou: 1 x 0.

O estreante Flávio Sioux toca a bola.



As substituições deixaram os morcegos confusos em campo. Desorganizado, o time não produzia no ataque e continuava cometendo erros. Aos quatorze minutos, Pipo Mcthinder tabelou e chutou da entrada da área: 2 x 0. O domínio dos Libertários era evidente. O efetivado Warley ainda fez boas defesas e evitou um placar mais dilatado.

Como um morcego, Warleeeey!

No intervalo, decidimos mudar a estratégia. Era preciso mais agressividade no ataque. Mudamos o sistema tático e voltamos com uma outra postura ao campo. A essa altura, o sol havia dado uma trégua, o que também foi um facilitador para nossas aspirações. Assim, marcando sob pressão, encurralamos os mandantes e equilibramos o duelo.

A reação trevosa!



Em algum momento da segunda etapa, um dos libertários, "ex-gótico", colocou uma trilha sonora inspiradora (agradecemos por isso também!). The Sisters of Mercy, The Cure e London After Midnight embalaram os morcegos em uma reação espetacular. Movidos por música, os vampiros despertaram do sono desportivo. Não demorou e Tucho interceptou um passe, driblou o zagueiro e chutou forte da intermediária, marcando um belo gol: 2 x 1. E ainda tivemos outras boas chances com Freon e Flávio, mas o arqueiro libertário fez excelentes defesas, evitando o empate.


Freon chuta, mas o arqueiro faz grande defesa!

Mas, com o tempo, o Libertários soube controlar a pressão e também voltou a causar apreensão em perigosos contra-ataques. Warley foi novamente decisivo nesses momentos. Já no ultimo minuto, Tucho teve a derradeira chance abençoada pelas sombras. Freon sofreu falta próximo da área. Tucho caprichou na cobrança e colocou no cantinho, mas, guiado pelas místicas forças marxistas da arena, o goleiro fez a defesa final da partida, definindo o resultado.


Tucho cobra a falta, por pouco!

Vencemos o segundo tempo por 1 x 0 e perdemos no placar final por 2 x 1. Apesar do resultado, saímos satisfeitos com nosso bom desempenho, principalmente na metade final da partida. Sem dúvida, foi um excelente jogo! Go, batz!



Agradecimentos ao fotógrafo: Helvis Ferreira.


Ficha Técnica
Real Gothic 1 X 2 Libertários FR
Jogadores: Warley (G), Freon, Taís, Tucho, Kelvyn Esqueleto, Silas, Elen, Osmair, Bruno, Flávio Sioux e Aline.
Gols: Tucho (1).


Trilha Sonora:


Nenhum comentário: