quarta-feira, 1 de maio de 2013

REAL GOTHIC 3 X 3 GAROTOS DA ARENA



Góticos no aquecimento!


No dia 11/11/2012, um domingo emblematicamente nublado, aconteceu a aguardada estreia do Real Gothic Brasil. O local escolhido foi a quadra publica da Câmara dos Vereadores, localizada a poucos metros do metrô Anhangabaú, no coração de São Paulo. Posteriormente, essa quadra ganharia o apelido carinhoso de Arena Anhangabaú.

Os adversários da estreia seriam os rockers do "Rockabilly Team", time idealizado por Fagner Frango. Aliás, Fagner foi um dos organizadores do desafio Góticos X Death Rockers, partida realizada em 2009 e que pode ser considerada como o embrião do que viria a ser o Real Gothic Brasil. Andarilho da bola, agora Frango pretendia criar uma nova equipe.

Mas a tentativa de formar um time rocker não deu certo. Frango foi o único jogador do "Rockabilly Team" que compareceu no metrô Anhangabaú às 17:30 - horário marcado previamente entre as equipes. Já do outro lado, os góticos foram chegando um a um: Taís, Freon, Henrique, Elvis, Luiz, Anubis, Nonô, Ya Kov. Uma revoada de morcegos!
Não era mais possível esperar, então foi decidido que Frango se uniria aos jogadores que já estavam na quadra e assim formaria um novo time - que, mais tarde, seria batizado com o nome de Garotos da Arena Anhangabaú.


Os titulares do primeiro jogo!


A equipe da estreia do Real Gothic contou com: Elvis, Freon, Taís, Luiz e Henrique. Nonô e Anubis completaram o time como suplentes. Ya Kov coordenou a cobertura de imprensa e Rommel foi o árbitro decorativo. Um elenco amaldiçoado!
O jogo começou e com ele, uma forte chuva! Mas isso não desanimou os jogadores. Pelo contrário! A partida ganhou contornos cômicos, com muitos carrinhos, escorregões, tombos, brincadeiras e risadas. A diversão estava garantida!

Sobre o jogo, podemos dizer que nos saímos muito bem, até melhor do que o esperado! Logo no início, Freon chutou cruzado da esquerda e abriu o marcador. O time celebrou muito esse feito mas, pouco depois, os Garotos da Arena empataram a peleja. Sedentários, após cinco minutos de partida, encerramos o primeiro tempo para retomar o fôlego.


Happy when it rains!


Já no início do segundo tempo, Elvis cobrou uma falta e a bola sobrou para Freon. O capitão arrematou de primeira, mas o goleiro espalmou. No rebote, Henrique chutou e Frango colocou a mão na bola. Pênalti! Taís cobrou com força mas a redonda carimbou a trave. Contudo, os góticos seguiram atacando e, minutos depois, Luiz recebeu cruzamento de Freon e marcou o segundo gol. Na euforia, surgiu a inusitada comemoração "Goth Fish". Real Gothic 2 x 1 Garotos.


O Real Gothic continuou dominando a partida. Entretanto, uma jogada infeliz castigou a equipe. Após lançamento, Henrique cabeceou para trás e acertou sua própria meta, fazendo um gol contra. E para piorar a situação, após um bonito gol por cobertura, os garotos viraram o marcador: Garotos da Arena 3 x 2 Real Gothic. Um jogo eletrizante!


Real Gothic no ataque!


No final da partida, Taís foi derrubada na área e nova penalidade foi assinalada. Porém, Freon chutou fraco e o goleiro defendeu facilmente. Mas, instantes depois, Freon se redimiria. Ele chutou de muito longe, empatando o placar: 3 x 3.

Em nossa ultima jogada de ataque, após bela ajeitada de Taís, Henrique desperdiçou a derradeira chance de triunfo. Assim, após quinze minutos de jogo e com boas chances para ambas equipes, Sir Rommel Werneck encerrou a partida.
O Real Gothic Brasil estreou com um divertido empate. Mas acima disso, independente do resultado, prevaleceu um profundo sentimento de vitória pela deliciosa brincadeira e pela estreia da equipe. E que venham mais jogos!




                                        

                                            
Para ver mais fotos dessa partida, acesse:
REAL GOTHIC X GAROTOS DA ARENA



Ficha Técnica
Real Gothic 3 X 3 Garotos da Arena
Jogadores: Elvis (G), Freon, Taís, Luiz, Henrique, Nonô e Anubis.
Gols: Freon (2) e Luiz (1).



Nenhum comentário: